Salve Jorge: conheça o significado dos amuletos usados na novela


Ola memiga!

Se tem uma coisa em que a novela Salve Jorge é sucesso absoluto é nos acessórios “importados” da Turquia, onde parte do enredo da novela se dá. A figurinista soube aproveitar muito bem o misticismo do oriente para compor os looks das personagens, e isso inclui algo de que gostamos muito: acessórios!

Já reparou que várias das personagens da novela usam “amuletos”? Desde o olho grego à famosa ferradura. Mas você sabe para que serve cada um deles? Confira abaixo nosso “glossário”!






Ferradura: é um dos mais famosos símbolos da sorte. A tradição começou na Grécia, ali pertinho da Turquia. Os gregos acreditavam no poder do ferro, além da forma da ferradura lembrar a da Lua, e portanto representar a fertilidade e abundância. Mais tarde, a tradição passou para os romanos e para os cristãos. Alguns acreditam na ferradura também como símbolo de trabalho e esforço.

Sal grosso: quem nunca ouviu falar em tomar um banho de sal grosso para dar sorte? Na verdade, o “ingrediente” está relacionado ao combate ao mal olhado. Isso porque supostamente o sal, como é um cristal, é capaz de emitir ondas eletromagnéticas que purificam as energias negativas. Vendo por esse lado, é sempre bom carregar um pouco com a gente, como faz a Wanda, personagem de Totia Meirelles, né?

Pimenta: em alguns países orientais acredita-se que a pimenta tem a capacidade de afastar maldições ou maus augouros. Racionalmente, deve-se pensar isso porque a pimenta tem realmente propriedades medicinais quando ingerida, logo aumentando a expectativa de vida das pessoas que apreciam a iguaria. Não demorou muito para que se tornasse um símbolo de sorte também usada fora do corpo, como amuleto.



Olho grego: o olho grego é um talismã da cultura islâmica, mas que foi largamente adotado no mundo todo, se tornando também ícone de culturas como a grega e a armênia. Lá, é muito comum encontrar o objeto por todas as partes, como proteção contra a energia negativa e captador de sorte. Acredita-se que ele absorve o mau olhado e, quando fica saturado, se quebra.



Hamsá: o hamsá, esse amuleto em forma de mão simétrica, com dedos estendidos, é tradicional entre os judeus e islâmicos, um amuleto contra o mau-olhado. Muitas vezes traz, na palma, desenhos de olhos, peixes ou estrelas de Davi, o que se acredita aumentar seu poder.

Trevo: o trevo de quatro folhas é um símbolo de sorte por causa de sua raridade na natureza, além do fato do número 4 ter conotação mística em diversas culturas. Há especulações de que essa tradição tenha surgido no primeiro milênio a.C., entre os celtas.

Espero que tenha gostado!
Beijos


Fonte: Penteadeira

0 comentários:

Postar um comentário